Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Dom Abr 15 2012, 23:23

Caros camaradas de armas sonoras,

abri este tópico com o intuito de dar a conhecer parte do imenso mundo sobre pickups de guitarra, e também mostrar algumas modificações que efectuei nos pickups da minha g&l.

O post vai ser um pouco longo, pois vou começar pelos princípios de funcionamento, mas vou tentar que seja o mais esclarecedor e entendível possível.
Pelo facto peço as minhas desculpas.

1- Introdução
O que são os pickups? Bem, é uma questão que praticamente todos sabem a resposta. São captadores do som da guitarra. Mas como funcionam?
Os que nos interessam neste tópico são os magnéticos, e existem de vários formatos (single-coil, humbucker, P90...) de diferentes composição (por ex.: magnetos cerâmicos, ou liga de alumínio-níquel-cobalto – vulgos AlNiCo).

O pickup single coil, típicos da stratocaster e telecasters, é o tipo de pickup magnético mais básico.

O pricípio de funcionamento é simples. É chamado de Indução Magnética, cuja descoberta pode ser atribuída a dois cientistas do século XIX: Faraday e Henry.
Veja-se a figura:



Um magneto (iman) cria um campo magnético estático.
Se enrolarmos à volta do magneto um fio condutor, e medirmos a voltagem entre as duas pontas desse fio, não iremos obter qualquer resultado e não haverá qualquer corrente eléctrica a circular nesse fio.
Estes cientistas descobriram que se o campo magnético criado pelo magneto sofrer alguma perturbação (variar, portanto), irá aparecer uma diferença de potencial (voltagem) nos terminais do fio enrolado. Se essa voltagem for aplicada a uma carga, irá criar-se corrente eléctrica – ou seja, neste caso a carga seria por exemplo todo o circuito ao qual o pickup fosse ligado, desde pots, condensadores, amps....

Agora a questão: como se varia o campo magnético, de forma a que seja induzido no fio enrolado (vamos chamar de enrolamento ou bobinagem) uma voltagem, e consequente corrente eléctrica?
Simples. Se o campo magnético “envolver” algum material condutor, e este material se movimentar, o campo magnético varia. No nosso caso, o material são as cordas!



Quando as cordas vibram, o campo magnético varia.
Se o campo magnético varia, é induzida uma voltagem na bobinagem, que quando colocada num circuito cria uma corrente eléctrica.
Nota: para variar o campo magnético, é necessário usar cordas com material ferromagnético - liga de níquel, aço.... Por isso é que com cordas de nylon não se consegue obter qualquer som com pickups magnéticos pois não são capazes de fazer variar o campo.

Indo um pouco mais além, descobriram igualmente algo curioso. A corrente electrica tem um sentido que depende de:
a variação do campo magnético (directamente influenciado pelo sentido de deslocação das cordas)
a orientação do magneto (ou seja, a orientação das linhas magnéticas, dadas pelas polaridades do iman)
o sentido de enrolamento do fio, ou seja, se a bobinagem foi feita no sentido dos ponteiros do relógio, ou não.

Ou seja, quando uma corda vibra, vibra a uma frequência. Essa vibração vai criar uma corrente induzida na bobinagem que muda de sentido à mesma frequência da vibração da corda. Portanto cria-se uma Corrente Alternada no circuito.

É essa corrente eléctrica que atravessa todos os componentes, e é a origem do sinal que ouvimos depois de passar pelo circuito de potenciometors e condensadores, efeitos, pedais e finalmente amplificado.



Sobre Pickups Activos vs. Passivos
Os pickups passivos têm o princípio de funcionamento como descrevo atrás.
Os activos também, mas com as diferenças que exponho a seguir.
Os pickups activos, ao contrário do que muitos julgam, têm um output menor do que os "tradicionais" pickups passivos. Isto porque têm um magneto mais fraco e a bobinagem com muito menos voltas de condutor enrolado que os passivos.
Porque é que isso foi feito? Simplesmente para reduzir drasticamente a interferência electromagnética externa (leiam o resto do tópico para entenderem melhor). Menos fio enrolado = menos sujeito a interferência. Além disso, como tem um magneto mais fraco e menos fio enrolado, menor é a impedância à saída do pickup. Sendo menor, consegue transmitir uma gama de frequências mais abrangente que os pickups passivos.
Os Activos como têm um output menor que os passivos, necessitam de um pré-amplificador ligado ao seu output. Esse pre-amplificador tem de ser alimentado por uma bateria (seja de 9v, ou mesmo 2x1,5v no caso dos pickups Ibanez LZ por ex.) e é portanto usado para dar mais ganho ao fraco output do pickup.

A questão de o que é melhor, passivo vs activo, já tem barbas.
Por um lado o pickup activo consegue reproduzir uma gama de frequencias mais abrangente, e portanto será mais permissivo a moldar o som por um EQ por ex. Por outro é, de acordo com os audiófilos e guitarristas das mais variadas vertentes musicais, um som mais "estéril" pois falta-lhe o "punch" característico de um pickup passivo. Há quem defenda igualmente que não é tão natural devido a adição de mais um componente externo no circuito (o pré-amplificador).

Na minha opinião pessoal, já tive uma guitarra com activos e vendi-a. Nada bate a dinâmica clássica de um bom pickup passivo.


Mais informação, leitura muito interessante:
http://www.ultimate-guitar.com/forum/showthread.php?t=1282071
http://entertainment.howstuffworks.com/electric-guitar1.htm
http://h2g2.com/dna/h2g2/A3176165
http://www.amplifiedparts.com/tech_corner/basic_electric_guitar_circuits_1_pickups

2 – Afinal o que é a ressonância?!

Todos os materiais têm uma frequencia de ressonância. Basicamente é uma frequencia à qual o corpo tem “tendência” a vibrar. Estranho? Vou tentar dar um exemplo.
Quando estão no automóvel e metem o rádio do carro aos berros, com um sub-woofer a bombar, já verificaram que há certas partes do carro que vibram também. O espelho retrovisor até dá saltos! Ok, isso é porque o chassis do carro está em ressonancia com a frequencia do som emitido pelo sub-woofer!
Ou seja, o chassis do carro tem “tendencia” a vibrar àquela frequencia.
Outro exemplo, um diapasão. Quando batem no diapasão, ele vibra. Mas porque vibra “àquela” frequencia?? porque é a sua frequencia natural de vibração. Podem bater com mais ou menos força no diapasão, a sua frequencia não irá mudar. É aquela e ponto final.

E porque estou eu a falar de ressonância perguntam vós?
Porque nos pickups também existe frequencia de ressonância. Não é o pickup que “vibra”, mas é a frequencia em que a corrente induzida (que falámos atrás) circula mais livremente e define a tonalidade do som emitido.
Explicando doutra forma, temos o seguinte esquema de eléctrico equivalente de um pickup, em que R é a resistência da intrínseca ao cabo condutor da bobinagem, C é a capacitância (numa bobinagem temos muitos condutores em “paralelo” criando-se assim essa capacitância) e, finalmente, L é a indutância da bobinagem. O gerador é a fonte tensão alternada que é criada no pickup pela vibração das cordas, como já foi explicado atrás:


Ora, ao ligarmos o pickup ao amplificador pelo cabo obtemos isto (somamos o “external load”):

Reparem, iremos somar a resistência que amplificador aplica ao sinal no seu caminho para a terra, mas o mais importante, vamos somar a capacitância do cabo.

Na frequencia de ressonancia, a impedância do circuito total é mínima pois a sua reactância indutiva e capacitiva anulam-se. O circuito passa assim a não contar com a resistência à corrente eléctrica das indutâncias nem das capacitâncias (essa resistência chama-se “reactância” - vide nota abaixo), e passa a ser o que se chama de  circuito Puramente Resistivo.

Nota: Existem dois tipos de "resistência" à passagem de corrente eléctrica. A Resistência (R) propriamente dita (potenciometros são resistências variáveis, por ex.) e a Reactância (X) que é a resistência oferecida por um indutor ou condensador à circulação de corrente eléctrica. A Impedância (Z) é, em grosso modo, a soma da Resistência e da Reactância, ou seja Z=R+j.X - o j é um sufixo que não vou explicar aqui, portanto considerem somente Z=R+X para este efeito. Não querendo entrar em cálculos matemáticos ou demonstrações teóricas, a ressonância é atingida quando a reactância é nula, ou seja X=0 => Z=R, o tal circuito puramente resistivo. Vejam mais informações aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/React%C3%A2ncia


Ora a capacitância do cabo, que depende do seu comprimento e da sua construção, consegue ser muito superior à capacitância do pickup. Portanto é um factor que irá influênciar muito mais a frequência de ressonância do que a capacitância do pickup.
Daí que um pickup soará de forma diferente quando trocamos de cabos de diferentes qualidades de construção e/ou comprimentos.

(imagens e muita informação retirada deste site: http://www.buildyourguitar.com/resources/lemme/index.htm
Aconselho vivamente!)

Ok, e o que isso me interessa?
É que dependendo da frequencia de ressonancia do pickup, que é directamente influênciado por todo o circuito a que está ligado, conseguem obter tonalidades completamente diferentes.

Então o que isto nos leva a concluir?
Concluímos que por vezes estamos a pensar que compramos um pickup caríssimo, e portanto só tem de dar um som do brutal, para depois de instala-lo na nossa guitarra, liga-la pelo nosso cabo, ao nosso amplificador, percebermos que o som está a sair muito aquém do esperado. E só depois percebemos que o pickup ideal só o encontramos depois de experimentar (ou ter essa possibilidade).
Itś a lucky shot.

3 – Output dos pickups

Muitos fabricantes de pickups fornecem os dados de Resistencia DC (em KOhms - resistência em corrente contínua) como característica do output de um pickup, ou seja quanto maior a resistência maior o output.
Isto é algo que não devemos ter como adquirido, pois esta resistência é relevante, mas pouco.
A resistência é só uma parte do que influencia o output do pickup. Esta resistencia depende de muitos factores: é directamente proporcional ao número de voltas da bobinagem, mas inversamente proporcional à espessura do fio usado nessa bobinagem (e existe outro factor, que é a resistividade do material usado, mas não vamos por aí pois é tudo praticamente feito em fio de cobre).
Depois, existe o factor que mais influencia o output que é a indutância existente criado pelo magneto na bobinagem, dada em Henrys (H), que depende claro do magneto usado (alnico, ceramico). E este valor poucos fabricantes dão nas especificações.
Ainda existe igualmente um valor de capacitância inerente, criado pela bobinagem (as voltas do fio estão paralelas entre si, o que cria esta capacitância, e quantas mais voltas houver maior é), e isto vai igualmente influenciar o output pois é mais um factor somado à impedância total do pickup.

Dou-vos um exemplo do que vos falei atrás. A minha G&L S500 usa single-coils MFD (ceramicos), enquanto uma G&L Legacy usa single-coils de AlNiCo.
Eis as características de ambos:
G&L Vintage Style Alnico V: 6.4K – 7.0K (KOhms)
G&L Magnetic Field Design Strat style single coils: 4.1K – 5.0K (KOhms)

Muito embora os Vintage Style tenham mais resistencia, os MFD têm bem mais output. Isto porque o magneto usado é mais forte (é cerâmico) e têm menos voltas na sua bobinagem que os Vintage (daí menos resistência). No entanto posso dizer que existem testemunhos que a sonoridade dos cerâmicos é muito mais influenciada pelas madeiras usadas na guitarra do que um pickup de AlNiCo.

A questão do output dos pickups estar directamente relacionado com a resistência DC não é portanto linear. No entanto, e regra geral, os fabricantes oferecem este valor de resistência DC para informar os potenciais clientes se um pickup é mais "quente" que outro. É errado, mas não completamente falso. Dois pickups exactamente iguais em termos magnéticos terão output diferente dependendo das voltas que a bobine tiver - mais voltas, mais resistência DC, mais output (até um determinado limite).
Portanto um dos métodos para se obter essa resistência maior é dar mais voltas na bobinagem do pickup - os chamados over-wounded pickups.
Os pickups com maior resistencia (e portanto associados a maior output) são os preferidos dos guitarristas que usam e abusam de high-gain, julgando que quanto mais output mais "agressivo" é o som.
Not so... tudo depende do que metem à frente do pickpup.

Aqui estão uma considerações sobre esse assunto bastante interessantes (retirado do site www.curtisnovak.com):
Over-wound Pickups

I believe a pickup should NOT be thought of in terms of output, but rather of input. The function of a pickup is to sense the string and send as wide of a tone band as possible to your rig.

Contrary to the way pickups have been marketed for the past 20 years, a pickup is an input device, NOT an output device. Measuring, or rating a pickup in terms of output is like rating a mouse, in terms of screen resolution, or pixels per inch.
A pickup is a sensor and its job is to sense the strings vibration and send that signal to an output device, your amp. The objective of any sensor is to have the greatest dynamic range, and fidelity to capture what ever it is designed to sense. You can then decide, as the end user, to accentuate or eliminate elements at your discretion. But you can not post process and accentuate what your sensor did not pickup!

It is far better to think of a pickup more in terms of the input level for recording. Like with pickups, in recording there is a sweet spot you want to find where you are not restricting input volume and fidelity by having it to low, but you also do not want the input level so high that the needle is pegged in the red. Just like in recording if you make a pickup too hot you loose much of the dynamics, richness, and the fidelity, and you are stuck with a sound you can not ever recover from.
When you have a pickup in that sweet spot you can choose to saturate it and simulate the sound of having the record level high with a pedal or your amp. You also have the freedom choose to pull it back and have other tonal options. With an over wound pickup, you have NO ability to pull it back to any other tone options, and you are stuck with a "one trick pony" guitar. This drastically limits your tone possibilities.

Ou seja, um pickup pode por em causa a fidelidade do sinal em detrimento do alto ganho. No fundo, um pickup com menos output mas com grande fidelidade é melhor que um de alto-ganho mas de menos fidelidade. Isto porque no primeiro conseguimos fazer o que quisermos dele dependendo do que lhe metemos à frente (amp, pedais).

Conclusão:
1- não se guiem somente pela resistencia DC para concluir se um pickup tem mais output que outro. Depende de muitos factores e a resistencia é só um deles (e nem é o mais importante).
2- não se guiem pelo alto ganho dos pickups para decidirem o que é melhor para o vosso som, mesmo que sejam duma onda mais high-super-holy-shit-metal-gain. Mais vale ter um pickup que reproduza fielmente a sonoridade da vossa guitarra e depois espetar-lhe à frente um grande pedal/amp, do que ter um pickup de 50K de Resistance, super-alto ganho mas com uma fidelidade merdosa...

4 – Reverse Wiring/Reverse Polarity?? WTF?

Quando falamos em reverse wiring, falamos do sentido que a bobinagem do pickup foi feita (dos ponteiros do relógio ou não) relativaemnte à bobinagem de outro pickup.
Reverse polarity, é simplesmente a troca dos pólos do magneto de um pickup relativamente a outro pickup. Ou seja, se olharmos de cima para os pickups, um deles tem o pólo positivo virado para nós, enquanto o outro tem o pólo negativo.

No que isto afecta a sonoridade?
Bom, não querendo entrar em pormenores teóricos esta é a técnica usada para eliminar os ruídos parasitas induzidos pela interferência eletromagnética existente no meio que envolve o pickup, proveniente de outros equipamentos electrónicos, iluminação fluorescente, etc...usada especialmente nos humbuckers.
São precisos pelo menos dois pickups simples para obter este efeito (daí os humbuckers terem dois pickups).
As guitarras tipo Stratocaster normalmente (nem todas) têm o Middle pickup do meio em RW/RP relativamente ao pickup do Neck e da Bridge, e desta forma consegue-se o tal efeito de cancelamento de ruído quando se coloca o 5-way switch na posição 2 ou 4, ou seja colocar em paralelo os pickups B+M e M+N respectivamente.

Para informações mais aprofundadas sobre este tema, vejam o seguinte video (está excelente. Teórico q.b. mas muito bem explicado. Não liguem é ao tom monocórdico do rapaz Smile:


Já agora, vejam o resto dos vídeos dele, explica muita coisa já descrita neste tópico e são mesmo excelentes.

Há que notar que, no entanto, a sonoridade nestas posições não é semelhante a um humbucker pois:
- os dois pickups estão ligados em paralelo, ao contrário de um humbucker em que estão ligado em série e daí terem um output maior (mas o tom perde mais o brilho e é mais low end, mais dark sounding). Se quiserem ter uma ideia aproximada da diferença de tonalidade entre paralelo e série, tenho aqui retirados sons do meu SD Hotrail (humbucker, com dois pickups ceramicos em forma de lâmina) com os dois pickups em paralelo e dois pickups em série. Notam a diferença que uma ligação no mesmo pickup pode ter no tom?
- a distância entre os pickups M e N numa stratocaster é maior e portanto “sentem” amplitudes de vibração da corda diferentes.

5 - Out of phase

E agora, perguntam vós, o que acontece quando dois pickups estão ligados entre si, mas um deles não cumpre a regra de RW/RP, ou seja:
- ou tem os pólos magnéticos no mesmo sentido e a bobinagem em sentido contrário entre eles ou,
- têm as bobinagens enroladas no mesmo sentido, mas os pólos magnéticos em sentidos opostos?

Vai surgir o chamado "fenómeno" de out-of-phase.
Na prática, para o mesmo movimento da corda a oscilar em determinado momento, o sinal de um pickup terá tendência a anular (ou a subtrair-se) ao sinal do outro pickup, pois o sentido da corrente eléctrica de um vai "chocar" com o sentido da corrente eléctrica gerada pelo outro pickup devido a uma dessas permissas (RW e RP) não estar a ser cumprida. Isto resulta num som enfraquecido em output, mais "trebly".
Ou seja, dois pickups para estarem EM FASE, ou são ligados em RW/RP ou têm de ter os pólos magnéticos E o enrolamento no mesmo sentido. Se uma destas condições falha, temos o fenómeno de out-of-phase.
Vejam os sinais dos pickups que mostro na figura em baixo. O pickups da bridge tem sentido contrário aos demais:


Isto já me aconteceu, e deu-me umas dores de cabeça até conseguir descobrir o que tinha feito de errado ao instalar um Dimarzio na minha G&L.
Praticamente, o Dimarzio (na bridge) quando estava ligado ao pickup Middle - portanto na posição 2 - a guitarra tinha um som enfraquecido e de baixo output.
Após algum trabalho e pesquisa, descobri com a ajuda de membros do fórum guitarnutz.com o que se estava a passar. Resolvi o problema trocando as ligações aos terminais do pickup Dimarzio (já que não podia trocar as polaridades do magneto, isso implicaria a sua desmontagem e sabe-se lá mais o quê...).
Vejam este tópico que postei há uns anos aqui. Explica direitinho como dei conta do out-of-phase, que ferramentas usei para diagnosticar o problema. Tem igualmente nesse tópico os links para o fórum do guitarnutz, onde podem ouvir alguns clips de som que fiz na altura onde se nota perfeitamente o problema.

Atenção, há quem goste de ter os pickups desta forma e do som emitido por eles. Eu simplesmente não gostei e resolvi o problema...


6 - Pickup mods para uma guitarra tipo Stratocaster (aqueles que já experimentei)

6.1 Combinação de pickup Neck+Bridge e/ou Neck+Middle+Bridge

Uma strat "normalmente" não tem estas combinações pois não estão disponíveis no 5way switch. Esta modificação é das mais simples e das que mais versatilidade dá a uma Strat-type guitar.
A combinação Neck+Bridge dá uma tonalidade sonora muito parecida a de uma telecaster, enquanto a combinação de todos os pickups juntos dá uma tonalidade diferente mas muito agradável.

Tudo o que precisam para este mod é um mini-switch "on-off". Pode ser de alavanca ou um potenciómetro push-pull (eu aconselho este último para que não seja necessário fazer um furo adicional ao pickguard da guitarra).
O importante aqui é fazer a ligação do switch on-off ao 5way-switch existente, soldando os terminais desta forma:



No caso do Push-pull, quando o colocam para cima ele "liga" os outputs dos pickups B+N.
No caso do switch on-off, faz exactamente a mesma coisa.

Quando esta ligação está ON, o que acontece no 5way-switch é o seguinte:
Posição 1 e 5: B+N
Posição 3: M (fica na mesma)
Posição 2 e 4: B+M+N

Fiz uma demo mostrando exactaemnte a diferença de tonalidades sonoras que se consegue obter. Acho que é self-explanatory Cool
http://soundcloud.com/zedsnotdead/pickup-combining-on

Interessante, não é?
Vá, isto não é nada complicado. Força nisso e bons mods!!!

6.2 Strat com "humbuckers"?!

Alguém já se perguntou o que aconteceria se ligássemos os single-coils em série?
Friso "em série", pois quando colocamos o 5way switch na posição 2 ou 4 (B+M ou N+M) colocamos os pickups em paralelo e não em série.
Reparem na figura, é isto que acontece quando ligamos em paralelo B+M ou N+M, ou seja posições 2 ou 4:



Aliás, é esta combinação de N+M que dá aquele som "bell like" característico nas stratocaster.

Se bem se recordam, eu disse atrás que os "humbuckers" tradicionais têm dois pickups ligados em série, assim o que aconteceria se ligássemos também os pickups da startocaster em série?
O seguinte mod que vos proponho é exactamente esse, e é feito com um push-pull de acordo com o seguinte esquema (retirado de outro fórum):


(feito pelo user ArtieToo no fórum da seymour duncan: http://www.seymourduncan.com/forum/showthread.php?t=112461)

Não fiquem confusos por ele designar o switch como "3way", vai dar mesmo resultado. O importante é fazer as ligações dos pickups no push-pull tal como mostra a figura.  
Funciona de forma simples: quando está para cima, liga o pickup do meio em série com ambos os pickups da brige e do neck. Basta escolher a posição do 5way switch para escolher se qual combinação queremos:

Com o push-pull para cima temos assim:
Posição 1 e 2: N+M em série
Posição 3: sem output (podem usar como killswitch Razz)
Posição 4 e 5: B+M em série

(1.000.000€ question: e se quisermos ter a opção N+M (serie) e B+M (série) simultanemente, semelhante à posição com o switch no meio nas LesPaul?)

O resultado é um som mais "dark", mais à semelhança de um humbucker mas ligeiramente diferente pois os pickups sentem a vibração das cordas em sítios diferentes e, portanto, a sua amplitude é igualmente diferente. Mas não deixa de dar um tum "buckerish" ao som.
Eis alguns exemplos:

http://soundcloud.com/zedsnotdead/pickup-combining-on-1

Reparem, em série o output é ligeiramente maior do que a mesma combinação em paralelo.

(a continuar....)
(e por favor corrijam-me se me enganei em algo até agora. Obrigado!)


Última edição por Z3D em Qui Dez 04 2014, 18:22, editado 16 vez(es)
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por alexcoupe em Seg Abr 16 2012, 01:23

Bom post, e bem explicado...
avatar
alexcoupe
Guitar Hero

Post Count : 1347
Idade : 38
Localização : Setubal
Guitarra : Epiphone Wildcat, Fender Telecaster, squier Stratocaster Maison
Guitarrista : Ritmo
Data de inscrição : 16/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por sylvester em Seg Abr 16 2012, 02:38

Muito útil sim senhor! Fixe
avatar
sylvester
Guitarrista de garagem

Post Count : 404
Idade : 33
Localização : Tondela | Almada
Guitarra : [Alhambra 1P] [Squier Stratocaster Classic Vibe 50's]
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 26/01/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por jnuno em Seg Abr 16 2012, 07:28

sou a favor de fixar o tópico está muito bem estruturado
avatar
jnuno
Guitarrista de garagem

Post Count : 450
Idade : 20
Localização : Guimarães
Guitarra : Schecter Omen Extreme-6 (diamond series)
Guitarrista : Lead
Data de inscrição : 18/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Qui Abr 19 2012, 13:37

OK, RWRP explicado...
Falta agora os mods. Postarei mais tarde.
Obrigado pelo bom feedback ao tópico, estou a escreve-lo com todo o prazer.
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por RafaelPires em Qui Abr 19 2012, 14:21

Muito bom sim senhor! Very Happy Palheta +5 Palheta +5 Palheta +5 Palheta +5

RafaelPires
Guitarrista viciado

Post Count : 926
Idade : 22
Localização : Viseu
Guitarra : Harley Benton SG
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 25/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por jnuno em Qui Abr 19 2012, 14:46

20 palhetas? isso rebenta a escala!
avatar
jnuno
Guitarrista de garagem

Post Count : 450
Idade : 20
Localização : Guimarães
Guitarra : Schecter Omen Extreme-6 (diamond series)
Guitarrista : Lead
Data de inscrição : 18/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Carecaz em Qua Abr 25 2012, 01:31

Muito bom Smile
avatar
Carecaz
Guitar Hero

Post Count : 1001
Idade : 43
Localização : Algures pelo Algarve
Guitarra : Candy Orange Strat e Les Paul personalizada :)
Guitarrista : Lead
Data de inscrição : 26/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por micocas em Qua Abr 25 2012, 05:20

Excelente tópico. Eu estudei a indução eletromagnética no 11º ano e nunca tinha associado aos pickups. Agora fiquei a perceber muita coisa.

Parabéns Palheta +5
avatar
micocas
Guitarrista de fim-de-semana

Post Count : 138
Idade : 23
Localização : Barcelos
Guitarra : Aria PE-STD; Squier SE Special Strat
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 03/01/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Qua Abr 25 2012, 10:47

Obrigado pessoal,
já agora aproveito para informar que acrescentei a secção 5 - Out-of-phase.
E adicionei uma nota na secção 1.

A ver se brevemente continuo com alguns exemplos dos mods que efectuei nos pickups da minha guitarra. Pode ser interessante a alguém...
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Sex Maio 04 2012, 04:24

Ok, coloquei o primeiro mod.
Alguma dúvida mandem vir que eu tou cá para isso.

Força aí!
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Scorp em Sex Maio 04 2012, 04:36

Muito bom!!!

Por acaso uma das mods que pretendo fazer à minha strat é exactamente essa (Combinação de pickup Neck+Bridge)

Continua aí a sugerir mods ao pessoal Fixe




Edit: Uma sugestão à "administração"... deviam fixar este tópico.

_________________
avatar
Scorp
Moderador

Post Count : 3552
Idade : 33
Localização : Albufeira
Guitarra : Stratocaster, Les Paul, ES-339, Eko 100, CGB, Precision Bass, Jazz Bass
Guitarrista : Lead
Data de inscrição : 20/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Sex Maio 04 2012, 16:01

Obrigado Sc0rp.
Este primeiro mod é bastante simples, a minha guitarra já vinha com ele de fábrica.
A seguir devo colocar o último mod que fiz entretanto, praticamente ter a opção de ligar B+M e/ou M+N em séris (ao contrário de paralelo como vem de fábrica, para se assemelhar à ligação típica de humbucker tradicional usando dois single.coils).
É um pouco mais "complicado" mas perfeitamente exequível e as ligações são simples. Só é preciso mais um pot push-pull.

Como sempre peço, se me enganei em alguma coisa ou hajam algumas dúvidas, não hesitem.

ps: a fixação do tópico é algo q poderá estar em avaliação por parte da administração, sinceramente nem sei se já viram este tópico pois já existem muito tópicos sobre pickups, e este seria só mais um... Seja como for não o escrevo para que o fixem, escrevo-o para partilhar o conhecimento que adquiri e que poderá ajudar alguém. Não sou dono da verdade, e posso muito bem ter-me enganado em algo que postei (embora eu reveja várias vezes o que escrevo antes e depois de postar). Faço-o com todo prazer, como já o tinha dito.

avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por nanjos em Sex Maio 04 2012, 19:32

Excelente tópico.

Realmente merece ser fixado Very Happy

_________________
avatar
nanjos
ADMINISTRADOR

Post Count : 4316
Idade : 43
Localização : Lx/Corroios
Guitarra : Clássica / Vintage V100CS
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 24/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Sex Maio 04 2012, 19:49

TY Smile
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Sab Maio 05 2012, 13:39

OK, segundo mod adicionado.
Como sempre, alguma dúvida... venham elas!
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Zito em Sab Maio 12 2012, 11:51

continuo a nao perceber muito bem como o corpo da guitarra influencia a captação dos pickups é algo que sempre me causou curiosidade... Ate tinha boa nota a fisica mas já vao uns bons anos, alguem me pode explicar como se tivesse 5 anos ?

Os pickups detectam a vibraçao das cordas pois as cordas sao de metal, mas o corpo da guitarra é madeira, madeira nao conduz electricidade
avatar
Zito
Guitarrista dedicado

Post Count : 695
Idade : 26
Localização : Flores /Açores
Guitarra : Kramer Assault 220CM
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 06/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Cyborkie em Sab Maio 12 2012, 12:26

Mas conduz a vibração transmitida pelas ondas de som por ter "poros"
avatar
Cyborkie
Guitarrista de garagem

Post Count : 399
Idade : 24
Localização : Almada
Guitarra : Squier Bullet HSS/Alhambra 1C
Guitarrista : Ritmo
Data de inscrição : 14/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por autumnautist em Sab Maio 12 2012, 14:51

Muito bom o post! Bem escrito e faz fácil de entender coisas complicadas Palheta +5 Palheta +5

eu acho que a madeira ajuda as vibrações das cordas mas não deve ter muita influência nos pu's (mas eu não percebo nada disto...)
avatar
autumnautist
Aprendiz de guitarra

Post Count : 59
Idade : 37
Localização : Pedreiras
Guitarra : homehand white eagle jazzmaster
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 31/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Sab Maio 12 2012, 16:12

Bom, no meu entender a questão colocada é algo que já é discutido desde a invenção da roda. Smile
Existe algum consenso (ou não), mas na minha opinião a explicação resume-se ao seguinte:
- a madeira "ressoa", tal como qq outro material. E cada tipo de madeira ressoa de forma diferente dependendo da sua densidade, características físicas portanto.
- a sua ressonância afecta a vibração das cordas, e vice-versa.
- Os pickups são sensíveis a essa ressonância, bem como às diferentes frequencias que são "criadas" pois existem diferentes frequencias e harmónicos, de maior ou menor amplitude e mais ou menos audíveis sempre que uma corda é tocada. Isso também depende em grande parte de COMO a corda é tocada - mais suavemente ou com muito ataque à corda, o sítio onde é a palhetada, etc.

É esta a explicação que tenho.
De qualquer forma com este tema reparei de algo que afecta o tom de forma drástica e que me esqueci de referir no post principal: o cabo.
Imperdoável.
Já irei actualizar.....
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Slider56 em Sab Maio 12 2012, 16:28

A qualidade das madeiras usadas na construção das guitarras tem um papel muito importante no som final.Há madeiras de densidades diferentes,e depende do grau de cura/secagem o resultado final.No caso dos pickups é similar,e nem sempre os pickups que gritam mais alto têm necessáriamente melhor som.

É importante perceber que um determinado som que podemos relacionar com um modelo específico de guitarra(seja ela qual for),passa por um conjunto de elementos que individualmente pouco valem,mas se somados com peso,conta e medida,adquire-se o tal som...!

As escolhas são imensas,desde o tipo de madeira,a qualidade do hardware,o modo como se aplica esse mesmo hardware na guitarra,o tipo de pickups (que tipo de ímans e fio usam!),encordoamentos,setup,e claro...o kit de unhas...! Smile

Z3D estás a construir um thread notável!Força nisso! Fixe

_________________
http://www.oficinadaguitarra.com/

Is baile ina bhfuil an croí...
Gura slán an scérlai
avatar
Slider56
ADMINISTRADOR

Post Count : 11123
Idade : 61
Localização : Almada City and suburbs...
Guitarra : Quite a lot!!!
Guitarrista : Vocal/Ritmo
Data de inscrição : 29/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Sab Maio 12 2012, 16:40

Obrigado Slider. Faço-o com todo o prazer e conto com a ajuda de todos.
Peço-vos que se virem algo que está menos correcto, ou incorrecto de todo, me corrijam. Não sou detentor da verdade absoluta e sou humano, por isso posso estar a dizer alguma barbaridade e nem dar conta disso.
Entretanto vou agora trabalhar, mas vou tentar actualizar o tópico com a tal informação da influência que os cabos usado têm na tonalidade final.
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Sab Maio 12 2012, 21:15

Ok, alterações à parte 2 (ressonãncia) adicionadas.
Adicionada explicação da influência que os cabos usados tẽm no tom final de um pickup (não sei como deixei passar isto. É imperdoável!)

Mais uma vez, qq questão dúvida, correcção, xutem!
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Zito em Dom Maio 13 2012, 16:04

Podes me explicar a diferença de PU activos e passivos emg's etc...
avatar
Zito
Guitarrista dedicado

Post Count : 695
Idade : 26
Localização : Flores /Açores
Guitarra : Kramer Assault 220CM
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 06/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Z3D em Dom Maio 13 2012, 18:39

EMG's é uma marca de pickups, tem pickups activos e passivos, embora seja mais conhecida pelos seus activos.

(a pedido de muitas famílias, a dúvida sobre PUs activos ficou respondido e acrescentado na parte da Introdução, no 1º post)


Última edição por Z3D em Seg Maio 14 2012, 06:01, editado 1 vez(es)
avatar
Z3D
Guitar GOD

Post Count : 3975
Idade : 44
Localização : Figueira da Foz
Guitarra : G&L S-500 Tribute, G&L ASAT Special Tribute, G&L pre-'97 Legacy USA, Dean Zelinsky Zennyatta
Guitarrista : Indefinido
Data de inscrição : 14/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pickups - os princípios... e alguns single-coil mods

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum